E-commerce fatura R$ 21 bi no primeiro semestre de 2017 e cresce 7,5%

Primeiro semestre de 2017: Números do mercado de e-commerce

Faturando R$21 bilhões no primeiro semestre de 2017, o e-commerce apresenta crescimento nominal de 7,5% em comparação com o mesmo período de 2016. O número de pedidos aumentou 3,9%(recuperando da retração de 1,8%) e o tíquete médio cresceu 3,5%, chegando a R$418.

Os números são do relatório Webshoppers 36, divulgado pela Ebit.

De acordo com Pedro Guasti, CEO da Ebit, a economia brasileira deu seus primeiros sinais de reação na primeira metade de 2017, e isso refletiu positivamente no e-commerce.

De acordo com o Webshoppers 36, uma das principais causas para o aumento dos pedidos foi a queda dos preços dos produtos comercializados online. O Índice FIPE Buscapé, aponta para deflação de 5,38% nos últimos 12 meses encerrados em junho de 2017.

O número de e-consumidores foi expandido 10,3% no período, para 25,5 milhões. Para esse levantamento, a Ebit considera os consumidores que fizeram pelo menos uma compra no e-commerce no primeiro semestre de 2017.

Confira o desempenho de faturamento e número de pedidos das principais categorias do mercado no primeiro semestre de 2017:

Principais categorias e sua participação no faturamento do primeiro semestre de 2017Principais categorias e sua participação no número de pedidos do primeiro semestre de 2017

Crescimento significativo do Mobile no e-commerce e redução do frete grátis

O crescimento das vendas via smartphones e dispositivos móveis em patamares bem acima da média do mercado também foi um dos destaques do relatório Webshoppers 36. A expansão registrada no primeiro semestre de 2017 foi de 35,9% – nove vezes maior do que o volume de pedidos do mercado – registrando um share de 24,6% de todas as vendas do mercado.  

Os grandes players do e-commerce reduziram a oferta de frete grátis. No mercado de forma geral, houve uma redução de 42% para 38% no segundo trimestre deste ano se comparado com o mesmo período de 2016. Levando-se em conta apenas os dez maiores players, esse percentual reduz de 26%, para 18% do mesmo período do ano passado.

Porcentagem de oferta de frete grátis no mercado de e-commerce do primeiro trimestre de 2015 até o segundo trimestre de 2017

Expectativas para o Segundo semestre do e-commerce no brasil

Para o segundo semestre de 2017, a perspectiva é que as três grandes datas do calendário do varejo (Dia das Crianças, Natal e Black Friday) impulsionem as vendas. Para este semestre, a Ebit espera um crescimento de 12% a 15%. Levando em conta os números deste primeiro semestre e a estimativa para o segundo, a Ebit prevê que o mercado volte a registrar uma expansão de dois dígitos, atualizando para 10% a perspectiva de crescimento do mercado no acumulado do ano.

Não tem uma loja virtual e quer entrar para esse mercado que não para de crescer? Clique aqui e crie já sua loja gratuitamente.

Newsletter

Deixe seu e-mail abaixo para receber o melhor conteúdo sobre e-commerce.